Bebê arrancado do útero da mãe pela própria tia de 13 anos recebe alta médica.



O bebê que foi arrancado da barriga da mãe ficou cerca de 15 dias internado e teve alta nesta quinta feira (21/11), de acordo com informações do SBT. A mãe da criança morta pela própria irmã, que ainda feriu um outro familiar. O crime aconteceu no dia 20 de outubro, em Porto Velho, Rondônia. Segundo o programa “Primeiro Impacto”, o pai e a tia materna lutam pela guarda da criança, que deve ficar em um abrigo até a decisão da Justiça. A suspeita de cometer o crime tem 13 anos. Ela matou sua irmã, Fabiane Pires, grávida de oito meses na época, e arrancou o bebê da barriga da vítima. A menina tinha praticado o procedimento em seis gatos, que foram encontrados mortos, antes de retirar o feto da irmça. Outro filho de Fabiane e sobrinho da suspeita, de 7 anos, foi morto a pedradas e teve o corpo jogado em um lago. A menina confessou o crime. Ela disse em depoimento que o bebê foi encomendado por uma mulher. A polícia prendeu duas pessoas e apreendeu quatro menores envolvidos no caso. Todos estão à disposição da Justiça. *Aratu On.

Postar um comentário

0 Comentários