Portal Camaçari Destaques

Com salário atrasado, trabalhadores bloquearam parcialmente Via Parafuso na manhã desta quinta-feira.

Manifestação ocorreu na manhã desta quinta-feira (11). Grupo fechou via com vários materiais em chamas.

Trecho da Via Parafuso, sentido Camaçari, foi interditada por manifestantes — Foto: Cid Vaz/TV Bahia
Um grupo de manifestantes fechou parcialmente um sentido da BA-535, conhecida como Via Parafuso, entre Salvador, Camaçari e Simões Filho, região metropolitana, na manhã desta quinta-feira (11). O ato começou por volta das 7h30, mas foi encerrado as 8h30.
Conforme a Bahia Norte, responsável pela via, os participantes fecharam a pista que segue no sentido capital baiana, na altura do KM-24. Eles utilizaram pneus e outros objetos em chamas. Por conta do protesto, o trânsito sentido Salvador ficou parado.
Segundo os manifestantes, que trabalham para uma empresa terceirizada que presta serviços para os Correios, o protesto foi contra o atraso do salário referente ao mês de junho.
Além de equipes da Bahia Norte, a Polícia Militar esteve no local para negociar a liberação da pista. O Corpo de Bombeiros também foi acionado e apagou as chamas dos objetos.

Fonte

Por TV Bahia
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Com salário atrasado, trabalhadores bloquearam parcialmente Via Parafuso na manhã desta quinta-feira.

Por TV Bahia
Um grupo de manifestantes fechou parcialmente um sentido da BA-535, conhecida como Via Parafuso, entre Salvador, Camaçari e Simões Filho, região metropolitana, na manhã desta quinta-feira (11). O ato começou por volta das 7h30, mas foi encerrado as 8h30.
Conforme a Bahia Norte, responsável pela via, os participantes fecharam a pista que segue no sentido capital baiana, na altura do KM-24. Eles utilizaram pneus e outros objetos em chamas. Por conta do protesto, o trânsito sentido Salvador ficou parado.
Segundo os manifestantes, que trabalham para uma empresa terceirizada que presta serviços para os Correios, o protesto foi contra o atraso do salário referente ao mês de junho.
Além de equipes da Bahia Norte, a Polícia Militar esteve no local para negociar a liberação da pista. O Corpo de Bombeiros também foi acionado e apagou as chamas dos objetos.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]
Fale com a redação!

Responderemos assim que possível