Portal Camaçari Destaques

Criança joga irmã de um ano da janela após assistir vídeo da boneca Momo; entenda

Criança joga irmã de um ano da janela após assistir vídeo da boneca Momo; entenda

Crédito da Foto: divulgação/Shakyra Menezes/Instagram

Vídeos de músicas infantis ou ensinando como fazer um brinquedo na verdade podem ensinar a criança a se suicidar ou a ser agressiva com outras pessoas. Foi na diversão que o perigo se escondeu e alcançou a filha da influenciadora digital Shakyra Menezes, de 29 anos. Nesta segunda-feira (18/3), ela falou para os seguidores sobre a mudança de comportamento da filha ao ver os vídeos da “boneca Momo”.

Ao Aratu Online, ela conta que a filha, Sonya Sofia, de três anos, jogou a irmã de apenas um ano da janela do quarto no último sábado (16/3). “Minha filha está aqui em casa acidentada, bateu a cabeça e afetou o olho, está roxo. “Foi desesperante”, lembra. Ela também conta que ao assistir aos vídeos, descobriu que o conteúdo ensina a criança a machucar a si mesma, o irmão e aos pais. “É terrível, satânico”.

“Momo” foi criada pelo escultor japonês Keisuke Aiso, para ilustrar uma lenda local em uma exposição sobre fantasmas. Desde então, a imagem foi usada por hackers para inserir conteúdo impróprio em vídeos infantis. Keisuke afirmou ao jornal americano “The Sun” que destruiu a “Momo”. Mesmo assim, a boneca ainda é usada por hackers.

No último sábado (16/3), o Ministério Público da Bahia (MP-BA), notificou o YouTube e o WhatsApp para que todos os conteúdos envolvendo o “desafio da boneca Momo” fossem retirado das plataformas.

Ao assistir aos vídeos, Shakyra conta que a boneca aparece repentinamente durante vídeos infantis, como se fosse uma forma de anúncio. “É tipo uma hipnose”. Ela conta que notou mudança de comportamento da filha, que não era agressiva, há cerca de um mês. “Uma amiguinha dela veio aqui em casa e ela disse que se ela perturbasse iria colocar a faca no pescoço. É a mesma coisa que a boneca diz no vídeo!”, alerta.

Shakyra diz que descobriu os vídeos ao tentar entender a mudança de comportamento da filha mais velha, que segundo ela, era carinhosa e protetora com a irmã. “Aqui em casa não tem agressão, não tem briga. Fui ver onde ela tá aprendendo isso. Muitas seguidoras falaram pra dar uma verificada. Quando vi, fiquei assustada e repassei pra todo mundo”. Ela diz ter recebido vários relatos de seguidoras sobre a situação.

Ao descobrir, a influenciadora diz ter desinstalado o aplicativo do tablet da criança, que estava logado com a conta do pai e instalado a versão “Kids” do aplicativo. “Tem que ter atenção, desse jeito o site entende que é um adulto que está assistindo”.

Fonte

Aratu online
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Criança joga irmã de um ano da janela após assistir vídeo da boneca Momo; entenda

Aratu online

Vídeos de músicas infantis ou ensinando como fazer um brinquedo na verdade podem ensinar a criança a se suicidar ou a ser agressiva com outras pessoas. Foi na diversão que o perigo se escondeu e alcançou a filha da influenciadora digital Shakyra Menezes, de 29 anos. Nesta segunda-feira (18/3), ela falou para os seguidores sobre a mudança de comportamento da filha ao ver os vídeos da “boneca Momo”.

Ao Aratu Online, ela conta que a filha, Sonya Sofia, de três anos, jogou a irmã de apenas um ano da janela do quarto no último sábado (16/3). “Minha filha está aqui em casa acidentada, bateu a cabeça e afetou o olho, está roxo. “Foi desesperante”, lembra. Ela também conta que ao assistir aos vídeos, descobriu que o conteúdo ensina a criança a machucar a si mesma, o irmão e aos pais. “É terrível, satânico”.

“Momo” foi criada pelo escultor japonês Keisuke Aiso, para ilustrar uma lenda local em uma exposição sobre fantasmas. Desde então, a imagem foi usada por hackers para inserir conteúdo impróprio em vídeos infantis. Keisuke afirmou ao jornal americano “The Sun” que destruiu a “Momo”. Mesmo assim, a boneca ainda é usada por hackers.

No último sábado (16/3), o Ministério Público da Bahia (MP-BA), notificou o YouTube e o WhatsApp para que todos os conteúdos envolvendo o “desafio da boneca Momo” fossem retirado das plataformas.

Ao assistir aos vídeos, Shakyra conta que a boneca aparece repentinamente durante vídeos infantis, como se fosse uma forma de anúncio. “É tipo uma hipnose”. Ela conta que notou mudança de comportamento da filha, que não era agressiva, há cerca de um mês. “Uma amiguinha dela veio aqui em casa e ela disse que se ela perturbasse iria colocar a faca no pescoço. É a mesma coisa que a boneca diz no vídeo!”, alerta.

Shakyra diz que descobriu os vídeos ao tentar entender a mudança de comportamento da filha mais velha, que segundo ela, era carinhosa e protetora com a irmã. “Aqui em casa não tem agressão, não tem briga. Fui ver onde ela tá aprendendo isso. Muitas seguidoras falaram pra dar uma verificada. Quando vi, fiquei assustada e repassei pra todo mundo”. Ela diz ter recebido vários relatos de seguidoras sobre a situação.

Ao descobrir, a influenciadora diz ter desinstalado o aplicativo do tablet da criança, que estava logado com a conta do pai e instalado a versão “Kids” do aplicativo. “Tem que ter atenção, desse jeito o site entende que é um adulto que está assistindo”.

Fale com a redação!

Responderemos assim que possível