Portal Camaçari Destaques

Professores e estudantes protestam no Campo Grande contra cortes na Educação.

Professores e estudantes protestam no Campo Grande contra cortes na Educação

Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias

Professores e estudantes protestam, na manhã desta quarta-feira (15), no Campo Grande, em Salvador, contra cortes nas verbas da Educação. Os manifestantes gritam palavras de ordem contra os governos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou corte de 30% no orçamento das universidades e institutos, e de Rui Costa (PT), que enfrenta uma greve dos docentes universitários na Bahia. 

Ao Bahia Notícias, os organizadores estimaram que 10 mil estejam no protesto. "Este corte é uma brutalidade muito grande contra a universidade. A interrupção significa interromper o próprio futuro do país", reclamou o professor de sociologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba),  Antônio Câmara.

Estudante de 14 anos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Maria Eduarda, também criticou os cortes. "O nosso futuro está em jogo. E, se a gente não lutar, quem vai lutar por nós?", questionou, ao lado da colega Annelie Christinne, de 15 anos.

 


Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias


Um militante, que não teve o nome divulgado, ressaltou que "não é apenas a situação federal, mas a situação estadual também" é grave, ao se referir a greve das quatro universidades estaduais baianas. “É preciso mandar um recado para Rui Costa", bradou.

Fonte

Bahia noticias
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Professores e estudantes protestam no Campo Grande contra cortes na Educação.

Bahia noticias

Professores e estudantes protestam, na manhã desta quarta-feira (15), no Campo Grande, em Salvador, contra cortes nas verbas da Educação. Os manifestantes gritam palavras de ordem contra os governos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou corte de 30% no orçamento das universidades e institutos, e de Rui Costa (PT), que enfrenta uma greve dos docentes universitários na Bahia. 

Ao Bahia Notícias, os organizadores estimaram que 10 mil estejam no protesto. "Este corte é uma brutalidade muito grande contra a universidade. A interrupção significa interromper o próprio futuro do país", reclamou o professor de sociologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba),  Antônio Câmara.

Estudante de 14 anos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Maria Eduarda, também criticou os cortes. "O nosso futuro está em jogo. E, se a gente não lutar, quem vai lutar por nós?", questionou, ao lado da colega Annelie Christinne, de 15 anos.

 


Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias


Um militante, que não teve o nome divulgado, ressaltou que "não é apenas a situação federal, mas a situação estadual também" é grave, ao se referir a greve das quatro universidades estaduais baianas. “É preciso mandar um recado para Rui Costa", bradou.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]
Fale com a redação!

Responderemos assim que possível