Portal Camaçari Destaques

SP.Homem mata mulher natura de Camaçari a tiros e se enforca em seguida: 'Era obcecado por ela', diz delegado.

Homem mata mulher natura de Camaçari a tiros e se enforca em seguida: 'Era obcecado por ela', diz delegado.

Mulher foi morta a tiros dentro de casa em São Carlos — Foto: Rodrigo Facundes/EPTV

Um homem matou a tiros uma mulher de 34 anos em São Carlos (SP) e depois se enforcou na manhã desta terça-feira (26). Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi reconhecido por outra vítima em uma tentativa de estupro mais cedo antes de matar Elis Cristina Silva da Costa.

O delegado Gilberto de Aquino da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) disse que Dario Rogério Staine, de 35 anos, era obcecado por Elis. Ela teria ficado uma vez com ele, mas ao descobrir que Staine era traficante não quis manter o relacionamento.
"Ela falava que não aceitava esse tipo de conduta, que ela trabalhava, queria estudar, fazer faculdade e que tinha um filho de 15 anos para criar.Ele ficava insistindo e ameaçando. Ela estava com medo dele", contou o delegado.O crime aconteceu na Rua Miguel Donofrio no bairro Santa Angelina. "Uma vizinha foi informar sobre a morte do rapaz e, quando entrou na casa, foi surpreendida com o corpo da vítima", contou o delegado.
Elis foi atingida por nove disparos. Vizinhos chamaram a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).Após cometer o crime, Staine foi até uma mata ao lado do campus II da Universidade de São Paulo (USP) e se enforcou em uma árvore a 100 metros da casa da vítima.Segundo a Polícia Civil, o suspeito era viciado em drogas e traficava no bairro. Já Elis era natural de Camaçari (BA) e trabalhava no café de um supermercado em São Carlos.Fonte:G1
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

SP.Homem mata mulher natura de Camaçari a tiros e se enforca em seguida: 'Era obcecado por ela', diz delegado.

Um homem matou a tiros uma mulher de 34 anos em São Carlos (SP) e depois se enforcou na manhã desta terça-feira (26). Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi reconhecido por outra vítima em uma tentativa de estupro mais cedo antes de matar Elis Cristina Silva da Costa.

O delegado Gilberto de Aquino da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) disse que Dario Rogério Staine, de 35 anos, era obcecado por Elis. Ela teria ficado uma vez com ele, mas ao descobrir que Staine era traficante não quis manter o relacionamento.
"Ela falava que não aceitava esse tipo de conduta, que ela trabalhava, queria estudar, fazer faculdade e que tinha um filho de 15 anos para criar.Ele ficava insistindo e ameaçando. Ela estava com medo dele", contou o delegado.O crime aconteceu na Rua Miguel Donofrio no bairro Santa Angelina. "Uma vizinha foi informar sobre a morte do rapaz e, quando entrou na casa, foi surpreendida com o corpo da vítima", contou o delegado.
Elis foi atingida por nove disparos. Vizinhos chamaram a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).Após cometer o crime, Staine foi até uma mata ao lado do campus II da Universidade de São Paulo (USP) e se enforcou em uma árvore a 100 metros da casa da vítima.Segundo a Polícia Civil, o suspeito era viciado em drogas e traficava no bairro. Já Elis era natural de Camaçari (BA) e trabalhava no café de um supermercado em São Carlos.Fonte:G1
Fale com a redação!

Responderemos assim que possível